sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Publicado em 10/01/2007 pelo(a) wiki repórter Marzagão, Natal-RN


Viajei esta semana de São Paulo a Natal, no Rio Grande do Norte. De avião da TAM. Foi um tratamento de estação rodoviária de terceira categoria.

Comprei a passagem São Paulo – Galeão (RJ) - Natal. Não sabia que haveria outra parada em Salvador (BA). Deveria voar às 20h40. A saída atrasou 30 minutos.


No Galeão, mais 1h50 de atraso. Houve baldeação para outro aparelho. Então, começa o embarque. Uma parte chega na aeronave. Outra, sem apoio de pessoal da TAM, perde-se no acesso ao portão 22 e acaba presa por cerca de 15 minutos num ônibus – que leva os passageiros à aeronave.

Acreditem: o pessoal da TAM queria esperar dois – dois... – passageiros de conexão, pois pararíamos em Salvador (não consta da reserva que fiz).


Resolvi ler a revista de bordo da empresa – que é bem feita, reconheço. Tá lá, grampeado, um novo editorial, onde o presidente da empresa aborda o caos dos vôos de final de ano, atribuído à empresa.

O texto, assinado pelo homem, é de algum craque do ramo, mas mesmo assim comete a avaliação de que houve um aumento de passageiros, diante do crescimento da renda do brasileiro. Oras! Afirma que a empresa está revendo sua posição.


A tripulação bem que tentou ser simpática. Uma aeromoça, na atrasada partida do Rio, até que tentou agradar perguntando:

- Por favor, alguém esqueceu uma camiseta no salão de embarque?

- Não! – respondeu um passageiro, misturando humor e irritação.

Não parece que a TAM está revendo seus procedimentos, considerando-se meu vôo. Cheguei em Congonhas (SP) às 19h50; em Natal, às 4 horas do dia seguinte (horário de Brasília), quarta-feira, 10 de janeiro. Às 3 horas de Natal – horário local.

Passamos esse tempo todo à base de ralés sanduíche, um queijinho, uma geleinha. Se o passageiro fosse vegetariano, teve que se virar com amendoim. Terminou a cerveja.

Enfim, é esse tipo de empresa que se diz moderna no Brasil dos atrasados. É de deixar o “cliente” louco, numa repetição de descaso que não é acompanhada pelos veículos de comunicação – presos especialmente à ótica dos acontecimentos exclusivos de São Paulo, Rio e Brasília. E não se deixe enganar.

Os problemas também estão em outras companhias. E na Gol a ração é ainda menor.


Fonte: CALVES Didier.
Photo by: Carlos A. Morillo Doria.

9 comentários:

Anônimo disse...

Achou ruim vai de ônibus... O brasileiro é um ser estranho mesmo... Pq comprou então se é tão ruim o serviço da empresa? Oras isso me irrita, na falta de conteúdos, fica-se criando besteiras como essas!

Eu espero que tenha um pouco de democrácia no Blog e permita meu comentário!

Lisarb disse...

AQUI NO MEU BLOG TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO PUBLICADOS.

SÓ ESPERO QUE O AMIGO RESPEITE A OPINIÃO DOS OUTROS.

ESTA POSTAGEM NÃO TEM FALTA DE CONTEÚDO!!!

CASO O AMIGO NÃO GOSTE, EXISTEM VÁRIOS BLOGS FALANDO SOBRE AVIAÇÃO.

SÓ NÃO MANDO O LINK DELES PORQUE VOCÊ DEIXOU ESTE COMENTÁRIO COMO ANÔNIMO.

CRIE CORAGEM E COMENTE COM O SEU NOME.

ABRAÇOS.

LISARB ALBUQUERQUE (AEROBLOG).

Cláudio Lopes disse...

Acho que todos as pessoas que nos informam sobre aviação deveriam fazer o que vc fez e mostrar a verdadeira realidade do duopólio aeronáutico brasileiro e que nada tem de qualidade e somente de sede de lucros.

Este anónimo deve ser sócio da TAM ou o dono da TAM Virtual pra falar este monte de besteiras!!!

Parabéns pelo FlighReport!!!

E que venham outras avaliações dos serviços das companhias brasileiras!!!

Jurandi disse...

Seria tao bom se isso fosse apenas no Brasil. Moro há 7 anos na Alemanha e acompanho esse blog há 1 ano. Vcs acham que aqui eles dao algumas explicacao por atrasos. Na maioria das vezes é um problema tecnico e pronto. Meu último vôo, Frankfurt-Salvador, 3 horas de atraso. Um problema tecnico...Se eu vou postar aqui quantas vezes isso aconteceu...Aff! A aviacao no Brasil é ainda um das melhores...Que tal pegar um vôo com a Lufthansa saindo de Hamburgo pra Munique e só ter direito a chá, água ou café? Meu vôo de Recife pra Salvador foi uma maravilha e com direito a sanduiche quente...

Lisarb disse...

Obrigado Cláudio pela FORÇA!

Como você mesmo falou "Este anônimo deve ser sócio da TAM ou o dono da TAM Virtual pra falar este monte de besteiras!!!"

Caso você tenha ou conheça alguma história sobre problemas ou reclamações de cias aéreas, e se quiser publicar aqui no Aeroblog, ficarei muito agradecido.

Pode enviar para o e-mail: aeroblog2008@hotmail.com

Obrigado mais uma vez.

Abraços

Lisarb (Aeroblog).

Lisarb disse...

Jurandi. Obrigado por acessar o Aeroblog de tão longe. Caso queira publicar algum problema com qualquer cia aérea aqui no blog, pode enviar para o e-mail: aeroblog2008@hotmail.com

Ficarei grato.

Abraços e continue visitando o Aeroblog.

Abraços

Lisarb (Aeroblog).

Cláudio Lopes disse...

Uma amiga esteve em Londres e fez o trajeto Londres-Barcelona a bordo de um 737-8 da Ryanair e pra minha surpresa, o que ela me relatou foi simplesmente absurdo: aeronave sem limpeza e lixo por todos os lados e banheiros imundos e fedidos. Pode até ser altamente lucrativa, mas que presta um péssimo serviço, ha presta!!!

Cláudio Lopes disse...

Vendo tantas reclamações, aqui no Aeroblog e em outros meios de comunicação, chego a conclusão que em um país que concede autorização de exploração de transporte aèreo de passageiros e cargas, para um dos maiores grupos sonegadores de impostos do Brasil (Grupo Áurea - diga-se: Gol), podemos esperar qualquer coisa de nossa frágil aviação comercial que ainda tem a Trip como regional e que a muito deixou de ser, pois opera em praticamnete todos as capitais do Brasil e ainda quer susídio por se achar regional.
Com tantas coisas erradas partindo de cima, do ôrgão que deveria fiscalizar, os debaixo deitam e rolam, como o absurdo de em uma viagem de Teresina para São Luiz o passageiro ter que voltar a Brasília pra fazer conexão, pois não existe voo direto entre as duas cidades e ter que pagar R$900,00 e gastar 7h pra chegar ao destino que se ligado direto demoraria 30mim.

Cláudio Lopes disse...

Só está faltando mesmo o doido lá de Brasília colocar os aviões russos pra voar no Brasil. Essa eu acho que foi a piada do ano na aviação comercial brasileira!!!

Usar aviões que nem mesmo as aéreas russas estão usando e com 210 assentos!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Esse cara deve ser iraniano pra ter escolhido justamente jatos russos que nngm quer usar!!!

Viva a CleanAir!!!

SEGUIDORES AEROBLOG

Total de visualizações de página